Páginas

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Amor além da vida (Homenagem a LU e seu amado que partiu )

...É a minha história, uma linda história de um amor com um final triste que estou tentando superar...
Em 2008 conheci alguém,começamos um relacionamento...eu não queria me envolver com ele, só que quanto mais eu me afastava mais eu o amava...até que conseguiram nos separar...
Depois de 4 meses ele me escreveu ele tinha sido transferido p/ Lavinia 2 ele estava doente,era uma carta de despedida...orei por ele e graças a deus ele saiu da enfermaria e melhorou...
Depois ficamos juntos e outra pessoa nos separou novamente,
Quando achei que era o fim de tudo ele me procurou de novo,o que eu sentia por ele era
 mais forte que eu...Amar uma pessoa sem nunca ter visto!
Meus pais são evangélicos eu tinha medo que eles descobrissem e foi o que aconteceu...meu pai descobriu ai a casa caiu!Depois ele contou p/ minha mãe que contou p/ meu irmão ai a casa caiu e feio!!!Minha mãe disse que se eu continuasse com ele eu estava no olho da rua... Fui na igreja pois só DEUS poderia me ajudar lá na congregação revela tudo...DEUS falou que eu não entendia o poque de tudo mas futuramente eu iria entender...
Ele me agradecia tanto por DEUS ter me colocado na vida dele, pois nunca ninguém fez o que eu fiz por ele falar de DEUS,dar força,fé, alegria,se preocupar com ele,dar esperança de uma vida melhor e fazer dele uma pesssoa melhor... passei a ser mais que uma mulher p/ ele passei a ser a vida dele.
Ele me pediu p/ visita-lo NEGUEI,falei que nunca tinha colocado meus pés na cadeia e nunca iria colocar, pois essa não era a vida que pedi á DEUS...Não entendia o porque Deus colocou ele no meu caminho...Até que DEUS me deu vários sinais de que eu tinha que falar de DEUS p/ ele e salvar a alma dele...eu era a única que poderia salva-lo...
Fui visita-lo eu não tinha nenhum dinheiro ,as pessoas que estavam comigo no quarto riam de mim achando que eu não  iria conseguir SALVAR ele,que iria mudar ele,no sábado minhas pernas tremiam,estava quase desmaiando até que melhorei finalmente consegui entrar...No domingo li o SALMOS 107 p/ ele,os olhos dele encheu de lágrimas ele disse que não tinha SALVAÇÃO...
Os momentos que passei com ele foram os mais felizes de minha vida pois encontrei nele o amor verdadeiro,carinho,proteção, humildade,paz,alegria,encontrei tudo que precisava...
Fui tratada como rainha no ônibus pois as mulheres dividem conosco o mesmo sofrimento,todas ali passam pela mesma situação...
Deus me mostrou um outro lado da vida que eu não sabia...pois foi com ele que aprendi a ser humilde!
Daí o amor se tornou inseparável...ele já estava preparando as papeladas pro casamento,só bastava eu dizer sim,eu aceitei.
Fizemos muitos planos e quando tudo estava em paz a mãe dele virou contra mim...Até que nos separamos de vez,isso foi em maio de 2010,depois que eu sai da vida dele.
Passado 3 meses ele adoeceu pegou TUBERCULOSE,ele iria sair em dezembro de 2010 e quando foi em outubro faltando 2 meses ele FALECEU
Eu recebi a ultima carta dele em setembro depois ele não me escreveu mais...
A mãe dele não me ligou p/ ir no enterro, vai fazer 7 meses que ele morreu e ela nunca mais me ligou...
No começo,pedia a deus p/ me levar junto com ele pois não conseguia viver sem ele,fiquei com depressão,ele me escreveu 57 cartas de amor e quando eu olhava p/ cartas chorava em cima delas,ele morreu me amando!
Nesses 2 anos juntos fiz 320 poesias p/ ele eu iria entregar quando ele saísse.
Elas ficaram aqui sem ao menos ele ter visto e lido...Ele foi o único que me pediu em casamento,se tornou uma pessoa melhor.
Ele pedi para  não existir mais,mas o nosso amor esta cada dia mais vivo em meu coração...Eu não sei se vou ser feliz novamente mas melhor q ele eu jamais encontrarei...
As histórias de todas que tem alguém preso são diferentes mas a dor,a situação são as mesmas...
Tudo o que eu passei não me arrependo pois valeu apena pois soube o que é ser feliz e ser amada de verdade!!!E por ele eu passaria tudo de novo pois o meu amor por ele é eterno!!!
Ass:Lu.
Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria. O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca falha! (1 Coríntios 13)
Como superar a dor de um amor morto... Nas duas últimas semanas, escrevi sobre a dor de um amor não correspondido, sobre a difícil tarefa de abrir mão de um amor que já acabou... E muito me impressionou a quantidade de mensagens que recebi de pessoas me contando sobre o quanto têm sofrido e o quanto têm tentado, sem saber como, superar o desespero e a angústia que essa situação lhes causa! Desde então, tenho mergulhado em mim mesma a fim de encontrar palavras que possam servir de guia, uma espécie de mão amiga para aqueles que se sentem atolados (e quase todos nós já nos sentimos assim alguma vez na vida!), perdidos e afogados numa dor que parece não ter fim... A dor de um amor que morre, seja lenta ou rapidamente, sempre parece nos deixar sem chão, sem rumo, sem forças para levantar de um tombo que nos recusamos a acreditar que levamos! Mas tenho insistido no fato de que é possível renascer, superar, recomeçar e amar novamente... Por conta disso, muitas pessoas terminam achando que estou insinuando que isso seja fácil! Mas de forma alguma quero dizer isso! Sei, por experiência própria, o quanto é difícil, o quanto essa dor se torna insuportável em alguns momentos e o quanto nos sentimos frágeis e desarmados para superar tamanha sensação de perda... Portanto, vou tentar descrever agora de que forma acredito que podemos transcender a dor para renascermos mais fortes, mais maduros, mais inteiros e ainda mais preparados para um novo amor. Creio que o primeiro passo seja querer isso, de verdade! De nada nos adianta ou ajuda continuarmos tendo atitudes que nos prendam à situação dolorosa, à pessoa que não quer mais estar ao nosso lado, a uma relação que já secou, cuja raiz já foi arrancada... Ou seja, precisamos decidir, internamente, que não queremos mais essa dor! Mesmo que ainda falemos com a pessoa, mesmo que tenhamos de vê-la, precisamos desatar os nós, conscientemente, cortando a ilusão de que algo poderá mudar! Ninguém muda da noite para o dia, ninguém passa a amar ou deixa de amar da noite para o dia! Da mesma forma que precisamos iniciar um relacionamento aos poucos para que ele cresça e se torne amor, também precisamos fazer isso para acabar com ele. E quando um dos dois vai embora, não quer mais, o outro precisa deixar de alimentar o que sente, para que, enfim, pare de doer! Mas o que mais quero descrever aqui é como transcender a dor. A dor é como um túnel que surge em nossa estrada, no caminho de nossas vidas. Não há outra alternativa, não há nenhuma outra saída. É por esse túnel que teremos de passar, para chegar ao outro lado... É uma oportunidade que a vida nos dá para que aprendamos algumas coisas muito importantes, para que cresçamos, para que compreendamos algumas questões que, por algum motivo muito pessoal, não estamos conseguindo compreender sem ela... Pensei numa metáfora que pudesse esclarecer melhor como podemos superar essa dor. E me veio a seguinte: imaginem que tenhamos quebrado uma perna. Dói muito e, em seguida, não conseguimos mais andar... Não há outra saída; temos de ir ao hospital, temos de engessar essa perna e nos manter em repouso, recolhidos e em recuperação por um tempo. Dependendo da gravidade da ruptura, esse tempo é maior ou menor... Assim também acontece com a dor do amor. No entanto, como estamos sempre tentando evitar esse tipo de dor a qualquer custo, passamos a agir como se ela não existisse, na esperança de que essa decisão nos prive de senti-la. E assim, a única coisa que conseguimos é estendê-la ainda mais, aumentá-la ainda mais, cultivá-la dentro da gente por um tempo muito mais longo, tornando-a mais intensa e mais enraizada à medida que a renegamos e fingimos que ela não existe! É o seu coração que quebrou! Faça como faria com sua perna quebrada. Assim como o osso vai colar, também o seu coração vai se recuperar! Mas para que isso possa acontecer, você precisa se dar um tempo. Não fugindo, mas entregando-se à dor, entrando em contato com ela, doendo até o fim, porque enquanto você não doer a dor que há para ser doída, ela continuará latejando em sua alma, queimando você por dentro e infectando todo o seu coração... Assim como aconteceria com a sua perna caso você decidisse fingir que ela não está quebrada, se insistisse em andar como se nada tivesse acontecido! Essa é a única maneira de superar a dor! Doendo, chorando, sofrendo... E você poderia se perguntar: mas até quando?!? O tempo necessário, o suficiente! Você sentirá, você saberá, porque você tem um objetivo: senti-la até o fim, esgotá-la para que possa absorver todo o aprendizado que chega com ela! E quando você sentir que ela está insuportável, peça ajuda! Chame um amigo, escreva essa dor no papel, tornando-a externa, colocando-a para fora de você, mas de forma consciente, conseguindo colocá-la diante de você e olhar para ela! Faça uma terapia para tentar compreendê-la mais facilmente! Leia um livro que fale sobre sentimentos e o quanto podemos aprender com eles! Enfim, faça qualquer coisa para aliviar a sensação de insuperabilidade, desde que não seja uma fuga, desde que você não aja como se ela não existisse, porque ninguém dói à toa, sem uma razão que o valha! Desta forma, tenho certeza de que ela acaba. Nada é para sempre quando não queremos que seja! Nem a dor, a menos que optemos por viver ignorando-a. Talvez ela deixe cicatrizes, lembranças desagradáveis, mas depois de sentida, vivenciada e esgotada, o coração volta a ser fértil, abre espaço para uma nova oportunidade de amar... E assim é a vida: noite e dia, tristeza e alegria, amor e dor, num constante movimento de nascer e morrer, garantindo a reciclagem e a evolução de todos nós... E repito: não é fácil, nem um pouco fácil! Mas é possível e só depende de nossas escolhas, de nossos objetivos e do quanto conseguimos compreender que a dor faz parte, que ela é uma grande mestra... Sem ela, nos acomodaríamos e nos acostumaríamos com tudo o que é triste, feio e inútil. É a dor que nos impulsiona em busca do amor inteiro, verdadeiro, maior!

7 comentários:

  1. Oi Bruna!!!
    Qdo li a homenagem meus olhos echeram d lágrimas.
    Vc acertou em cheio o titulo...AMOR ALÉM DA VIDA, pois é assim q chamo essa minha história, pois eu ainda o amo mesmo ele estando do outro lado da vd.
    Não é fácil suportar td o q passei,pois as cartas,as poesias,as fotos ficaram aqui e não tem como apagar td o q aconteceu,inclusive hj é o niver dele e td ainda esta recente.
    Mas ele sempre dizia q só queria o meu bem e a minha felicidade...eu sei q se eu for feliz a alma dele estara feliz tmbém.
    É por isso q recorro á DEUS, pois só ele pd confortar meu coração e dar forças p/ viver e enfrentar a vida novamente e DEUS faz td na hora certa e o tempo é o melhor remédio p/ td.
    Mas só do fato d encontrar pessoas como vc q tem o amor a humildade no coração e q se intessa pela dor dos outros,isso já me dá forças p/ viver a vd com esperanças,acreditando q amanhã é um novo dia e a luz da felicidade ainda vai brilhar na minha vida.
    Eu li o q vc escreceu...como suportar a dor d um amor morto...me ajudou a aliviar essa dor, estava precisando desses conselhos, pois tem hora q a gente fica tão confusa, sozinha,perdida sem saber p/ onde vai e não consegue enchergar uma luz no fim do túmel.
    Mto obrigada por td e continue sendo sempre essa pessoa maravilhosa, q DEUS abençoe vc, seus filhos e toda sua familia e t desejo toda a felicidade e td em dobro do fundo d meu coração.
    Saibas q já mora em meu coração e q és minha amiga p/todo o sempre.
    Obrigada e bjs...LU.

    ResponderExcluir
  2. Lu fiquei muito feliz que vc gostou,mais apesar dele ter partido desse mundo ele ainda esta vivo dentro do seu coração
    Se precisar de algo e eu puder fazer conte comigo

    ResponderExcluir
  3. Oi Bruna!Enviei uma msgm p/ vc me add... no msn ontém á noite...amore...
    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Obrigado flor vou te add com maior prazer do mundo

    ResponderExcluir
  5. Oi minha amiga!
    Saudade d vc...
    Te enviei outro convite p/ vc me add...
    Espero q esteja td bem contigo e com seus com seus filhos.
    Tenha uma boa noite.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Oi anjo me add no msn vc pois infelizmente não te acho bjks
    brunamorango2007@hotmail.com estou bem e vc se cuide ta anjo

    ResponderExcluir
  7. Oi amada me desculpe tava meio asente passando rapidinho mais ta aqui sua homenagem me manda um email no brnamorango2007@hotmail.com e meu tim e 011 86088306 bjks nunca vou excluir sua vida aqui vc mereceu essa homenagem bjks quero ser sua amiga tbem LU te adoro viu guerreira linda

    ResponderExcluir