Páginas

sexta-feira, 13 de abril de 2012

O que os mais humildes pensa de Val Marchiori

.
Ela não parece uma má pessoa, mas se tornou um poço de futilidade ao longo do tempo. Ela ficou rica e esqueceu da vida humilde que teve. Marchiori é uma vergonha para as pessoas bem sucedidas, ainda mais quando ligamos a tv e vemos aqueles devaneios de luxo (falso), lembrando que ela nem se quer é rica de berço.
Esse cara falou numa entrevista para o jornal O Dia quando perguntado se ele tinha um arrependimento ,ele disse que se arrependeu de não ter se prevenido de uma golpista. Ou seja ele se arrepende de não ter usado camisinha,mas não de ter traído uma mulher a qual ele é casado há 41 anos.Que moral ele tem pra falar da Val? Os dois são farinha do mesmo saco,ele deveria era ter ficado calado e não expor os filhos dele como ele fez.
não acho certo julgar ninguém , mas o fato é que essa moça pelas vezes que cheguei a vê-la na TV gosta de aparecer e por isso é carente e as vezes nem sabe o que diz, comprando espaço na TV , dizendo que gasta 80.000 na oscar freire , o que ela precisa é crescer espiritualmente , pensar em pessoas carentes dar o exemplo , o que é feito por quem ganha dinheiro e tem berço , e que infelizmente não quer aparecer na mídia por falta de segurança , mas que tocam projetos social incríveis Se ela é isso ou aquilo não sei!!, mas que falta crescimento espiritual e social falta. Lembrando que o termo socialite não se encaixa a ela , pois esse termo foi dado para pessoas que fazem o que mencionei acima
O unico crescimento que a Val procura é o da própria conta bancária Hellooo
Eu só temo pelas crianças. Um ato irresponsável de dois adultos, pode resultar em comprometimento da vida social destas duas pequenas criaturas. * Antes que falem que eles são ricos e que terão uma vida cheia de doces e brincadeiras, me refiro ao aspecto moral e ético de sua formação.
A Val é uma santa ele é que não presta vai ver até que ele pegou ela a força e todo dinheiro que ela ganhou foi trabalhando em obras socias não é mesmo
?Concordo com você! E se ele tem tantas coisas contra a mãe das crianças, por que não pede a guarda e toma conta delas?
Nasceu tão pobrezinha e ficou tão riquinha!!!!!!! tem que ser no minimo esperta!!!
Quem agiu errado, foi o dono da Big Frango, que foi trair a esposa com ela. E agora vem a público tentar difamá-la, na clara tentativa de pagar o menor valor possível de pensão. Se as crianças nasceram, foi pq ele participou da concepção e deve assumi-las, como qualquer pai decente. Se ela é uma mãe tão ruim, pq ele não pede a guarda das crianças? Com certeza, isso nem passa pela cabeça dele
Esta Val é simplesmente um nojenta, arrogante e insuportável.
NOVIDADE!A TELEVISAO ESTA A CADA DIA PIOR.PREFIRO O ANIMAL PLANET.
Valdirene Aparecida, vendo onde voce nasceu e foi criada fico curioso para saber como e onde voce educada/instruida para se transformar na pessoa refinada que e' hoje
Como diz um cunhado meu. Depois que inventaram a camisinha só pagam pensão quem for trouxa.
Não estou defendendo a senhora em questão porque também tenho minhas restrições... mas ficar falando mal, atacando é fácil, se ele é tão péssima mãe, porque o senhor que é pai não pede a guarda dos dois judicialmente?
Moral e ética nunca foi o forte deste país é só ler o jornal
Fácil criticar agora. Independente de estar avisado ou não, se tivesse ficado quieto com a esposa, que diga-se de passagem, é uma linda mulher, isso não teria acontecido.
É,mesmo ela sendo tão P,pelo visto,ele não deixou de tê-la na cama.Deve ser uma boa Puta,porque ainda teve dois lindos garotos com ela.É lamentável que ele não os respeitem. O casal que tem lixo para discutir,deve fazê-lo longe dos filhos,eles não pediram para vir ao mundo,e respeito é bom!Acho que ela pode processá-lo por ter exposto seus filhos ao ridículo.Eles tem amigos,e suas mães podem fazer com que as crianças e seus coleguinhas se distanciem. Uma coisa concordo,ela é um ser insignificante.Muito metida a besta.Isso ele tá repleto de razão.A crista dela quando cair,uffa,vai ser uim choque!

Perdeu uma ótima oportunidade de calar-se.
Mas dizem q ela é mesmo e tem até processo em que está envolvida essa golpista. Ele não é flor que se cheire pra se deixar levar por uma mulher dessa, está cheio de homem assim tb...mundo tá perdido
Quem nasce rica, não precisa fazer o que ela faz, humilhar as pessoas mais necessitadas. Quem nunca comeu melado, acaba se melando toda. Ela tem que crescer espiritualmente.
Coitada destas crianças, imagine quando forem crescendo e tomarem conhecimento de declarações tão baixas do próprio pai conta a mãe. Tudo bem que a Val não é flor que se cheire, mas as crianças não mecerem essa humilhação.
Porque ele com tantas provas, não pede a guarda dos filhos ? Folgado tbém viu!!!
Que mae?????? quem tem classe?????? isso é classe??? presta atençao, aonde tem fumaça tem fogo.
Este homem não tem classe e no fundo não quer dividir a grana com a Val.Está difamando a própria mãe dos seus filhos, que não é o melhor ser humano do mundo, mas tem lá suas qualidades.Ele é que está ficando mal nessa história.É melhor ficar quieto enquanto é tempo.
Acho que ela pode até ser considerada esnobe ,interesseira ,mas uma coisa admito ela não é nada BURRA haja visto o local onde vive e como vive .Quem que no Brasil consegui o que ela tem só trabalhando ou casando com brasileiro ?
Esse mariduuuuuu, é um chato e velho, ensina para ele que é feio cuspir no prato que ele comeu, coisa feia ,dor de cotovelo
Bom, eu sou de Londrina, onde ela morou muitos anos... E digo que concordo com o que esse cara diz. Inclusive ela é conhecida como "loira da ferrari" por aqui.
Quanta falta de amor próprio.Esse cara se esculachou sem perceber. Quanto a Valdirene,ela é um ser insignificante.Mulher exibicionista,que se um dia ficar pobre,deve morrer,porque não suportaria viver.Um ser humano tem que está pronto para tudo,porque o mundo GIRA!
Bafoo!!!E viva a Narcisa, pelo menos é autêntica.
Sr.Não suporto sua ex-mulher,prefiro falar assim!Ela é mãe de seus dois filhos e não fica bem futuramente eles leem isso,dito pelo senhor.Eu nunca que diria coisa igual,porque eu me respeito e me valorizo.Ela é pedante,metida e esnobe,mas não cabe a mim concordar com o senhor quando o assunto envolve filhos,que é a coisa mais sagrada do mundo.Mas uma coisa eu vejo nas revistas e aqui mesmo no site UOL,ela passeando com os filhos,diversas vezes,em shoppings etc,porém,achei de péssimo tom o senhor usar palavras tão fortes com a mãe de seus lindos filhos,mesmo que isso seja verdade.Mesmo assim,a verdade tem duas versões. E me desculpe,se ela é tudo isso,o senhor é um tremendo irresponsável,porque deixou ela tomar conta de seus filhos sem lhe dar o verdadeiro respaldo.Passe bem e pondere antes de falar.Filhos crescem,lembre-se disso.Mãe é mãe por mais ruim que seja.
http://celebridades.uol.com.br/noticias/redacao/2012/01/26/pai-dos-filhos-de-val-marchiori-diz-a-revista-que-ela-e-prostituta-de-luxo.htm#comentarios

Conheça a casa de Val Marchiori antes do champanhe e do salto alto


                Casa onde a Val, de "Mulheres Ricas", nasceu e viveu até a adolescência permanece intacta, mesmo depois de quase quatro décadas. Para chegar lá, é preciso colocar o carro em uma estrada de terra estreita e lamacenta (jan/2012).De acordo com um primo da empresária, de vez em quando ela aparece no local "com um desses carrões que a gente nem sabe a marca", mas fica pouco tempo
Para chegar lá, é preciso colocar o carro em uma estrada de terra estreita, lamacenta nas baixadas, onde os bois e as vacas desfilam lentamente, controlando sem querer a velocidade dos apressadinhos. “A gente brincou muito por aqui”, lembra o primo Adelino Marchiori Neto, 42, agricultor que vive com a mulher, dois filhos e uma família de desconfiados vira-latas que anuncia alto a chegada dos forasteiros.

“De vez em quando, ela vem aqui com um destes carrões que pobre como a gente nem sabe a marca. Mas ela fica pouco”, diz o primo. Pudera. O banheiro não tem conforto algum e, na geladeira, a bebida mais borbulhante que ela poderia encontrar é a tubaína do próximo almoço. “Ela sempre foi ambiciosa, vaidosa, sempre gostou muito de se arrumar pra ir à cidade, participar deste negócio de miss, de ser admirada”, conta.

CARRO DE RICO

Lúcio Flávio Moura/UOL
De vez em quando ela vem aqui com um destes carrões que pobre como a gente nem sabe a marca. Mas ela fica pouco
Adelino Marchiori, primo de Val Marchiori
Adelino diz que viu apenas um episódio de "Mulheres Ricas", porque “passa muito tarde pra quem mora na roça”. “Achei engraçado pra caramba. Ela se sente muito à vontade naquele luxo! Toda vida ela quis ser melhor que os outros.”

O sítio fica próximo da BR-369, no trecho entre as cidades de Arapongas e de Apucarana. A localidade mais próxima é a pequenina Caixa de São Pedro, uma comunidade rural de poucas ruas no município de Apucarana, para onde Val se mudou aos 12 anos com o pai Benedito e a madrasta Marineia.

“Ela era boa aluna. Limpava a casa e ajudava a cuidar dos irmãos mais velhos, mas sempre teve este temperamento, sempre teve nariz empinado”, confessa Marineia, que voltou a viver na localidade depois que Val saiu de Apucarana para viver em Londrina, onde ela catapultou sua condição social.

Em Caixa de São Pedro, os moradores misturam orgulho e constrangimento com a atuação de Val em rede nacional. Lá, a simplicidade é um valor sagrado e as frequentes alfinetadas da conterrânea nos mais humildes e nas outras “ricas” não pegam nada bem.
Nas ruas e nos poucos pontos comerciais o programa é muito comentado, é claro, mas, de preferência quando nenhum Marchiori está por perto. “Como em qualquer lugar, a gente fica chateada com a maneira que ela trata os mais humildes. Não precisa disso, né?”, diz uma vizinha de seu pai, que se ausenta muito da comunidade por ter rotina de caminhoneiro.

Não é difícil achar gente que cobra mais generosidade de Val com suas raízes. Uma das mais insatisfeitas é uma mulher que se identificou apenas como Maria e que diz ter sido a primeira patrocinadora da carreira da socialite. “Na época que ela começou a participar de concurso de miss na região, eu levava ela pra cima e pra baixo de carro, hoje ela nem me cumprimenta”, conta a mulher, que também foi proprietária de uma boate em Apucarana onde Val era habitué na adolescência e onde “partia os corações dos marmanjos”.

CONSELHO DE MÃE

Lúcio Flávio Moura/UOL
Eu gosto do modo como ela se veste, se expressa. Gosto que ela tenha ambição. Ela sempre dizia que iria chegar ao topo. Mas a Tata (apelido familiar) também tem que olhar para quem veio de baixo. Sempre digo isso a ela.
Vera Lúcia de Deus, mãe de Val Marchiori
Vovó coruja, mãe conselheira
A avó materna de Valdirene, a gaúcha Maria Rodrigues dos Santos, 77, é uma das poucas pessoas a que Val Marchiori se apegou na vida. A aposentada vive numa casa aconchegante em Arapongas e tem todas as despesas pagas pela neta. Ela fica ansiosa para receber a visita da socialite, que passa rapidamente no Norte do Paraná para monitorar os negócios de tempos em tempos.

Mas dona Maria não gosta de dar entrevista, respeita uma das vontades da neta. Na mesma casa, vive a mãe, Vera Lúcia de Deus, 56. “A Val é superpreocupada com a saúde da avó. Sempre telefona e pergunta”.
Quando a socialite encosta o carro importado na rua Sanhaço, no Jardim Centauro, já sente o cheiro dos quitutes que mãe e avó prepararam. Um festim decora a mesa, conta a mãe, e Val esquece a dieta sofisticada, até o inseparável champanhe. Bolinho de queijo, curau, bolo de milho. E cocada. Muita cocada. “Ela adora doce”.

Apesar de exaltar todas as qualidades da filha, a mãe não deixa de falar baixinho – segura de que dona Maria não esteja ouvindo – quando comenta a participação da filha na TV. “Não acho que ela precisa ficar exigindo bebida cara. Eu gosto do modo como ela se veste, se expressa. Gosto que ela tenha ambição. Ela sempre dizia que iria chegar ao topo. Mas a Tata (apelido familiar) também tem que olhar para quem veio de baixo. Sempre digo isso a ela.”
Uma coleção de amantes no interior

Em Londrina, onde conheceu o empresário Evaldo Ulinski, pai dos seus filhos, Val Marchiori deixou lembranças nas altas rodas. Ninguém declara nada publicamente, a não ser o próprio Ulinski e a mulher Nylcéia, que não poupam ataques contra a índole da socialite, a quem chamam de “prostituta de luxo”.

ROTINA ATRIBULADA

Naquela época, no início dos anos 90, ela já tinha uma vida confortável. Morava num apartamento de três quartos, com direito a uma espaçosa suíte. Ela falava de outros dois namorados, além do que tinha dado o apartamento: um empresário do Rio Grande do Sul e um cantor sertanejo muito famoso.
Amiga de Val que não quis se identificar


Na cidade, não é segredo que ela ganhou uma confortável casa do empresário antes mesmo de ser mãe. O imóvel fica num endereço elegante próximo ao lago Igapó, cartão-postal da cidade, e o que se comenta é que, por muitos anos, teria sido o ponto de encontro do casal, que hoje se enfrenta judicialmente – ela diz que teve um relacionamento estável com ele por sete anos enquanto ele alega ter estado com ela apenas uma vez.

Antes mesmo de conhecer Ulinski, Val morou em um apartamento que recebeu de presente de outro namorado, também um empresário casado, segundo relato de uma amiga que frequentava a casa assim que ela chegou a Londrina.

“Naquela época, no início dos anos 90, ela já tinha uma vida confortável. Morava num apartamento de três quartos, com direito a uma espaçosa suíte. Ela falava de outros dois namorados, além do que tinha dado o apartamento: um empresário do Rio Grande do Sul e um cantor sertanejo muito famoso.”
 Pai dos filhos de Val Marchiori diz a revista que ela é 'prostituta de luxo'
A polêmica em torno da origem do dinheiro da perua Val Marchiori, uma das estrelas do reality “Mulheres Ricas” da Band, ganhou novo capítulo nesta quinta (26). O pai de seus filhos, o empresário Evaldo Ulinski, acusar a ex-amante de ser “prostituta de luxo” e de negligenciar os gêmeos Eike e Victor, frutos de um envolvimento “estritamente sexual” que Ulinski afirma ter tido com a socialite. O empresário deu uma entrevista ao site da revista “Veja” na qual acusa Val de ser “péssima mãe”. “Embora tivesse leite em abundância, ela jamais amamentou os filhos, dizia que não era vaca holandesa para amamentar bezerros. Nenhum dos nossos filhos sequer tomou um gole de leite materno. Isso para mim é totalmente descabido. Além disso, os meninos são cuidados e educados por babás. Ela não acompanha o dia a dia deles, não os leva à escola, não brinca com eles, não dá carinho e sequer os acompanha em consultas médicas quando adoecem, entre outros absurdos.”
O empresário ainda diz que Val tentou chantageá-lo, usando os filhos para conseguir vantagens financeiras sobre ele. Como não conseguiu seu objetivo, afirma Ulinski, decidiu expor a ele e a sua família. Ele afirma ainda que ambos nunca foram casados e desafia Val a mostrar a certidão de casamento entre eles.
Val Marchiori passeia de helicóptero com os filhos gêmeos Eike e Victor
Val Marchiori passeia de helicóptero com os filhos gêmeos Eike e Victor
Em determinado trecho da entrevista, o empresário diz que só dá pensão aos filhos e insinua que Valdirene (ele faz questão de chamá-la pelo nome de batismo) obtém dinheiro por meio da “mais antiga profissão do mundo”. “Tenho provas de que ela é e sempre foi prostituta de luxo, e se utilizava de sua profissão para tirar vantagens de pessoas bem sucedidas e desavisadas.”

 

VAL MARCHIORI: SOCIALITE OU GOLPISTA?

Valdirene Aparecida Marchiori, conhecida como a socialite Val Marchiori, nasceu no Distrito da Caixa de São Pedro em Apucarana.


Valdirene Aparecida Marchiori, 37 anos, que ganhou fama aplicando golpes na região de Londrina no Paraná, transferiu-se para São Paulo, para se tornar a "Socialite" mais badalada do
Brasil. Ela, dona de dois CPFs, que havia sido processada diversas vezes no Paraná e São Paulo e até afirmou em entrevistas que já freqüentou a lista negra do Serasa e SPC, conseguiu ludibriar a todos e conquistou seu espaço no High Society como gente fina em São Paulo.
De acordo com sua assessoria, Valdirene esta vivendo em um belo apartamento no
bairro dos Jardins em São Paulo, ao invés de estar uma cela comum com outras mulheres
de sua classe.
Valdirene ficou conhecida em Londrina, quando aplicou golpes em vários empresários
e roubou uma concessionária inteira da Kia Motors, após um namoro relâmpago com o diretor
financeiro da empresa.
Ela chegou a ser indiciada, respondendo ao processo em liberdade, os carros nunca apareceram.
De acordo com a Ação de Execução o rombo da Kia é de R$1.228.653,60. O processo corre na 4ª Vara Cível no fórum de Jundiaí-SP. A loira que se diz bilionária, vive num mundo imaginário,
fingindo ser uma personagem que ela mesma criou, não pode ter nada em seu próprio nome.
Não possui bens e nem conta bancaria, por conta de inúmeras ações judiciais, em nome
da empresa Valdirene Aparecida Marchiore S/A. A intermedium Crédito, financiamento
e investimento S/A, tenta localizar bens passiveis de penhora em nome da empresa Valmar
Transportes LTDA desde 2006. Situação semelhante vive a empresa Reju Importadora de Frutas Ltda., que amargou prejuízo com a Valmar de mais de 70 mil reais. "Ao vê-la pousando de milionária, nos causa completa indignação", declara Antonio Mendes, um dos executivos da Reju.
Israel Sverner é outro prejudicado pela falsa milionária. Israel vem lutando na 4ª Vara Cível da Lapa em São Paulo, desde 2005, para receber R$11.989,00 de alugueis não pagos por Valdirene, que resultou em uma ação de despejo.
Os problemas de Valdirene Aparecida Marchiori vão muito alem dos "calotes" dados.
Em janeiro de 2002, foi acusada de furtar um homem aplicando o golpe do "Boa Noite Cinderela", na região de fronteira entre Brasil e Paraguai.
Val que também cometeu crimes de estelionato no Paraguai teria saído com um homem identificado apenas pelas iniciais de L.D.N.M., de 61 anos, e depois de tomar uma bebida ao lado da loira, adormeceu e quando percebeu vários objetos tinham sido furtados de seu apartamento em Pedro Juan Caballero. "Ela tem mente inventiva e é megalomaníaca". Afirma
uma de suas ex-assessoras.
Val se especializou em aplicar golpes de luxo, se passando por diferentes personalidades,
usando seu charme para seduzir e enganar vários empresários locais até sua ascensão.
O numero ao certo não se sabe, mas pelo menos 10 empresários na região norte do
Paraná teriam sido vitimas de Valdirene. A loira que nunca foi casada escolhe suas vitimas
sempre com o perfil muito parecido; idade acima de 60 anos, empresários, ricos.
A golpista foi ameaçada de morte varias vezes por esposas de seus amantes.
Os funcionários do edifício onde ela mora atualmente, nos jardins, á consideram arrogante, por nunca cumprimentar ninguém.
Uma funcionaria a descreveu como "insuportável", do modo como ela maltrata os empregados.
Maltratar funcionários subalternos e armar barracos em ambientes finos seria justamente
algumas das táticas usadas por Valdirene, para se passar por socialite e aplicar seus supostos
golpes.
Val chegou a apanhar em um restaurante chique nos jardins o Alucci Alucci, em maio do ano passado, pelo filho de uma das vitimas.
Em outra ocasião pela esposa de outro amante.
A falsa Socialite voltou a aplicar seus golpes no Paraná, desta vez, foi o Golpe
da Barriga com o dono de um frigorifico de frango do Paraná. Com chantagens e
ameaças, Val conseguiu um apartamento e garantir o futuro dos dois filhos. Segundo
o empresário Evaldo Ulisnki, que assumiu os filhos após exame de DNA, todos
os bens estão em nome dos filhos do empresário. Ainda em depoimento ao
portal IG, o empresário afirma, "É uma falsária, estelionatária da mídia,
amoral, fria e calculista, sem escrúpulos, chantagista, promíscua, lunática e a maior
mentirosa do mundo".
Valdirene, que gosta de chamar o amante de marido, esta sendo processada por diversos crimes e também foi contestada pela família, conforme reportagem da revista
Veja SP (Ed.jun/2011).
Val é natural de São Pedro, distrito de Apucarana, norte do Paraná. Saiu da casa dos pais
aos 15 anos. Sempre mostrou a predileção por artigos de luxo, foi em Apucarana, em uma boutique de luxo, que conseguia roupas consignadas para ir a eventos da sociedade e aplicar seus golpes. Seu primeiro amante, muitos anos mais velho, conhecido por Tapira, foi morto com um tiro no rosto, o autor disse que matou por medo, pois, Tapira gostava de andar armado e ameaçando as pessoas.
No total a Falsa Socialite, responde a mais de dez processos nas comarcas de Londrina-
PR, Jundiaí-SP e na Lapa em São Paulo-SP.
PROCESSOS EM ANDAMENTO:
LAPA - CIVEL
Processo: 583.04.2005.103482-1 - 4ª Vara Cível - No. de ordem: 60/2006
Processo: 583.04.2005.002239-0 - 1ª Vara Cível - No. de ordem:237/2005
Processo:583.04.2005.032701-0 - 4ª Vara Civel - No. de ordem:1925/2005
Processo:583.04.2006.100089-4 - 4ª Vara Civel - No. de ordem:175/2006
Processo:583.04.2006.104885-1 - 2ª Vara Civel - No. de ordem:372/2006
Processo:583.04.2005.125767-3 - 1ª Vara Civel - No. de ordem:2430/2006
Processo:583.04.2005.117149-9 - 3ª Vara Civel - No. de ordem:1522/2006
CIVEL - FORUM JOÃO MENDES
Processo:583.00.2009.121094-9 - 29ª Vara Civel - No. de ordem:663/2009
JUNDIAÍ- CIVEL
Processo:309012002.034705-2 - 4ª Vara Civel - No. de ordem:4197/2002

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Empresário alega ter sido vítima de um golpe e chama socialite de “lunática”, “promíscua”, “chantagista” e “calculista”

.
Evaldo Ulinski com a mulher, Nylcéia, e com Val Marchiori, mãe de seus dois filhos
Foto: Arquivo pessoal
Um caso de uma noite só. É assim que o empresário Evaldo Ulinski, dono do frigorífico Big Frango, descreve sua relação com a socialite Val Marchiori, com quem tem dois filhos, os gêmeos Eike e Victor, de seis anos.

Casado há 41 anos com Nylcéia Ulinski, que também falou ao iG, Evaldo diz que a ex é “lunática, fria, calculista e promíscua”: “A conheci por intermédio de seu amante na época, um empresário londrinense. Este é o negócio dela, ser amante de homens casados e bem-sucedidos”.

Val tem outra versão dos fatos e já briga na justiça por seus supostos direitos. “Eles estão casados no papel? Sim, mas Evaldo sempre viveu comigo. Ela (a mulher do empresário, Nylcéia) está com medo de dividir o dinheirinho dela, mas vai ter que dividir, sim. Porque quem foi mulher dele durante oito anos fui eu. E vou provar. Tenho fotos de tudo, tenho vídeos de tudo”, disse ao iG.

Val diz que o seu relacionamento com o empresário terminou há dois meses porque ele estaria incomodado com seu sucesso - ela também é a estrela do reality show “Mulheres Ricas”, da Band, com estréia prevista para janeiro de 2012. “Que sucesso? O sucesso da mentira? Enganando todos os veículos de imprensa e a sociedade paulistana? Ela me elegeu como um trampolim para a sua ascensão profissional e social porque jamais teria espaço em qualquer lugar se não tirasse proveito de meu nome”, responde o empresário.

Veja a entrevista completa com Evaldo Ulinski:



Val Marchiori e os filhos, Eike e Victor, no jatinho da Big Frango, empresa de Evaldo Ulinski, pai dos meninos
Val Marchiori e os filhos, Eike e Victor, no jatinho da Big Frango, empresa de Evaldo Ulinski, pai dos meninos
Foto: Arquivo pessoal

iG: Como e quando o senhor conheceu a Val Marchiori?
Evaldo Ulinski:

Não lembro a data, mas a conheci por intermédio de seu amante na época, um empresário londrinense.

iG: Que tipo de relacionamento o senhor e a Val Marchiori tiveram nesses últimos oito anos?
Evaldo Ulinski:
Estritamente sexual, como outros. Mas me permita uma correção: não tenho qualquer relacionamento (com ela) há oito anos. Em verdade, o ato sexual que culminou com sua gravidez se deu em março de 2005, e o relacionamento havido após a gravidez nada mais foi do que uma amizade decorrente do fato de ser pai dos filhos dela.


Evaldo Ulinski com as filhas Fernanda e Francielle
Evaldo Ulinski com as filhas Fernanda e Francielle
Foto: Arquivo pessoal

iG: Como o senhor soube da gravidez?

 Recebi a ligação de um conhecido e ele me dizia: ‘Temos um problema, quem será o premiado? Você ou eu?’ e eu respondi ‘De que prêmio você está falando?’. Aí ele foi claro: ‘A gravidez da nossa amante, a Val!!’, e continuou, ‘Pode ser seu, meu, daquele outro amigo... E se for do outro conhecido, nós saberemos por que é japonês, e daí não vai precisar de DNA. Além disso, o Carnaval do ano em que engravidou ela passou com outro amante, em Miami, então pode ser dele também...’.
Falando nesse conhecido meu, no ano passado ela (a Val) encontrou com ele e sua esposa em um restaurante paulistano, e num ato de ciúmes e fúria, ela atacou sua esposa com uma taça de champagne, ferindo a mulher do empresário. No mesmo restaurante, protagonizou outro escândalo, apanhando do filho de mais uma de suas vítimas.

iG: Você pensou em ter algum relacionamento mais sério com a Val ou em se separar da sua esposa?
Evaldo Ulinski:
Não me furto da responsabilidade de cuidar e orientar meus filhos, mas sem relacionamento ou intenção de constituir família com a mãe deles, com a qual mantenho apenas amizade, pois sou casado com D. Nylcéia há 41 anos. Nunca me separei, nunca estive em processo de separação e moro no mesmo endereço há 21 anos, fato este de conhecimento de todos.

iG: Como o senhor recebeu as últimas declarações que ela deu ao iG sobre o relacionamento de vocês? Entre outras coisas, ela disse que vocês estiveram juntos nos últimos oito anos, que o senhor morava com ela em Londrina e que o senhor nunca escondeu de ninguém que ela era sua mulher... Evaldo Ulinski: Incrédulo com a total falta de verdade e vergonha na cara, que vem lhe sendo peculiar, pois nunca escondi de ninguém que sou casado com D. Nylcéia e moro com minha esposa desde o nosso casamento, há 41 anos, fato este público e notório.


Evaldo Ulinski com a mulher, Nylcéia, e os filhos Francielle, Fernanda e Evaldo Jr.
Evaldo Ulinski com a mulher, Nylcéia, e os filhos Francielle, Fernanda e Evaldo Jr.
Foto: Arquivo pessoal


iG: Como o senhor e sua família reagiram diante da notícia da gravidez?
Evaldo Ulinski:
A gravidez me foi comunicada por um conhecido e, mesmo grávida, esta continuava tendo relacionamento com ele e com os outros amantes. Posteriormente, ela me chamou para almoçarmos no restaurante Antiquarius, aonde ela, aconselhada por sua amiga Cleide, sugeriu que "deveria ser feito o aborto, porém tudo tinha um valor". Eu respondi que o "maior valor é a vida humana, e que não compactuaria com esta decisão se tivesse possibilidade do filho ser meu. Inclusive, a denunciaria se ela optasse pelo aborto.

iG: Quando conversamos por telefone no último sábado (26), o senhor me disse que "não era o único que pagava a conta”, que a Val teve - ou tem - outros amantes. Como o senhor sabe disso?
Evaldo Ulinski:
Porque isto é público e notório e, além disto, conheço a maioria deles, sendo seis deles em Londrina, três em São Paulo e dois em Porto Alegre. Estes, uma dupla de pai e filho, onde o pai pesava 180 kg e o filho 120 kg.

iG: O fato de ela ter outros amantes te incomodava, já que ela e o senhor tinham dois filhos juntos?
Evaldo Ulinski:
Não, este é o negóocio dela, ser amante de homens casados e bem-sucedidos. O que me preocupa apenas é a orientação dos meus filhos.

iG: Em nossa conversa o senhor também falou muito sobre como ela “extorquiu” os supostos amantes. Ela pediu algum dinheiro, presentes ou algum bem ao senhor, alguma vez?
Evaldo Ulinski:
Sempre me ameaçou e chantageou, dizia especialmente que iria expor a minha família ao ridículo. Prova disto é exatamente o que esta acontecendo agora, pois não cedi aos seus devaneios financeiros.


Val Marchiori posa em seu apartamento de 920m2, nos Jardins, em São Paulo:
Val Marchiori posa em seu apartamento de 920m2, nos Jardins, em São Paulo: "O imóvel é dos meus filhos, ela reside de favor"
Foto: André Giorgi


iG: O senhor também me disse que o apartamento em que ela mora não está no nome dela. Ela diz que sim, e que o imóvel foi comprado por vocês dois, em partes iguais. O que tem a dizer sobre isso?
Evaldo Ulinski:
Nada. O apartamento é de uma empresa dos meus filhos Eike e Victor, fruto de adiantamento de legítima.

iG: Quando foi a última vez em que o senhor e a Val tiveram algum tipo de relacionamento amoroso?
Evaldo Ulinski:
Amoroso nunca.

iG: Há na internet uma foto do senhor ao lado da Val em uma viagem recente a Buenos Aires, enquanto ela gravava o programa “Mulheres Ricas”. Por que o senhor resolveu acompanhá-la?
Evaldo Ulinski:
Eu nunca a acompanhei a Buenos Aires.

iG: Val Marchiori enviou À reportagem fotos de vocês dois juntos em viagens à Angra dos Reis. Em uma, do Réveillon de 2008 para 2009, vocês aparecem se beijando na boca. Que tipo de relacionamento vocês tinham nessa época?
Evaldo Ulinski:
Não passei o Réveillon de 2008/09 com Val Marchiori em Angra dos Reis, passei com minha esposa, filhos e netos em Balneário Camboriú. Antes do advento dos filhos, saímos esporadicamente, e depois de confirmada a paternidade dos mesmos, apenas mantivemos uma amizade por termos filhos em comum.


Evaldo Ulinski ao lado da mulher, Nylcéia
Evaldo Ulinski ao lado da mulher, Nylcéia
Foto: Arquivo pessoal


iG: Em entrevista ao iG, Val disse que o relacionamento de vocês terminou há dois meses porque o senhor teria ficado incomodado com o sucesso dela . Disse que enquanto ela “era sua esposa”, “vivia para você”, tudo estava bem. Porém, ela começou a aparecer na mídia e tudo mudou. O que o senhor tem a dizer sobre isso?
Evaldo Ulinski:
Que sucesso? O sucesso da mentira? Enganando todos os veículos de imprensa e a sociedade paulistana? Minha esposa? Vivia para mim? Em verdade, ela me elegeu como um trampolim para a sua ascensão profissional e social porque jamais teria espaço em qualquer lugar se não tirasse proveito de meu nome. O que me incomodou foi o fato de ter me eleito como "marido", quando sempre manteve diversos amantes, jamais foi casada comigo e vivia para o submundo, que e o seu habitat natural.

iG: Por que o senhor nunca falou sobre ela até agora?
Evaldo Ulinski:
Até a presente data não havia me manifestado em respeito a Eike e Victor. Porém, depois que ela mesma fez questão de desrespeitar os próprios filhos, tirando a calcinha em público no programa de Danilo Gentile, na Band, e declarando que ela tira a calcinha para presentear famosos apresentadores da televisão em seus camarins, me vi na obrigação de dizer a verdade. Impor o respeito devido a minha esposa, D. Nylceia, meus filhos Junior, Fernanda, Francielle, e meus seis netos, além de Eike e Victor, dando um basta neste mar de mentiras.

iG: Que tipo de relação o senhor tem com seus filhos Eike e Victor? Além de visitá-los, participa da educação deles? Vocês fazem viagens juntos?
Evaldo Ulinski:
Relação normal de pai e filhos, e me sinto deveras preocupado com a educação e orientação deles, especialmente diante das reprováveis atitudes de sua mãe, que falta com a verdade, com a moral e com o respeito para com a coletividade.

iG: A Val disse que os advogados dela já estão cuidando da separação de vocês. Isso é verdade?
Evaldo Ulinski:
É possível separar quem nuca esteve unido? Nunca mantive união estável, não tive relacionamento amoroso, muito menos fui casado com ela e menos ainda tive qualquer intenção de constituição de família. Meus filhos foram um acaso do destino, os amo e sempre farei tudo por eles e em respeito a eles impedirei que sua mãe os envolva em um mundo irreal de consumismo e futilidade. Portanto, mais uma mentira de Val Marchiori.
Evaldo Ulinski e Val Marchiori no aniversário de seis anos dos filhos Eike e Victor:
Evaldo Ulinski e Val Marchiori no aniversário de seis anos dos filhos Eike e Victor: "Erro foi não ter me prevenido com relação a uma gravidez de uma caça-dotes"
Foto: Tiago Archanjo/AgNews



iG: O senhor considera que a relação que você tiveram foi um erro?
Evaldo Ulinski:
. Nunca existiu relacionamento amoroso ou união estável.

iG: Algum arrependimento nesta história?
Evaldo Ulinski:
Apenas de meus filhos que amo tanto, Eike e Victor, terem a mãe que tem.

iG:O que o senhor tem a dizer sobre a Val Marchiori hoje?
Evaldo Ulinski:
Antes, hoje e sempre: falsária, estelionatária da mídia, amoral, fria e calculista, sem escrúpulos, chantagista, promíscua, lunática e a maior mentirosa do mundo.

Val Marchiori com suas duas grandes paixões: Chanel e champanhe!
Val Marchiori com suas duas grandes paixões: Chanel e champanhe!
Foto: André Giorgi
Na justiça, o pai dos gêmeos pediu que Valdirene não tivesse mais total controle sobre a Torke, pois a vida empresarial da socialite era repleta de dívidas, o que afetava os filhos Victor e Eike.



Na decisão judicial, Val perde o controle financeiro da empresa e o juiz ordena que ela devolva os bens para Eike e Victor.



Os bens que foram alienados são o apartamento em São Paulo e todos os carros, que estavam em nome da Torke Empreendimentos. A famosa casa em Angra dos Reis, Rio de Janeiro, o avião e o helicóptero vistos no reality show eram todos alugados também usando o nome da empresa dos filhos. Fonte R7
Evaldo Ulinski, o marido “Oscar” da socialite Val Marchiori, surtou ao vê-la na capa de “Veja São Paulo”, não tanto por ela, mas pelos detalhes de suas extravagâncias, o que pode atrair a bandidagem do país inteiro para a família toda, até então preservada. Evaldo, segundo consta, foi curto e grosso (há quem diga mais grosso que curto) com Val: que nada aconteça com os dois filhos do casal, pois ela será responsabilizada por isso. Os termos foram mais duros, se é que vocês me entendem. Escolta armada já está sendo providenciada. E, de agora em diante, passa a valer a lei do silêncio. Não é porque ela tem sirene/giroflex (como os carros de polícia) em seu Porsche (gente, mas isso é ilegal…) que vai abusar, não é mesmo? Ai, Val, só vou te dizer uma coisa: “Hellooooooooo”.
Segundo a coluna Zapping, do jornal Agora São Paulo, a rival de Val Marchiori, Miriam Rodrigues, pediu para entrar no reality “Mulheres Ricas”.
Miriam afirma ter um relacionamento com Evaldo Ulinski desde 2002, alegando ter ainda um filho com ele. Evaldo, dono do frigorífico Big Frango, apesar de casado há 41 anos com Nylcéia Ulinski, teve um relacionamento duradouro com Val Marchiori, com quem tem dois filhos.
O relacionamento de Val e do empresário acabou durante as gravações do programa. Ainda segundo a coluna, a socialite afirma ter sido rica antes mesmo do relacionamento com Evaldo Ulinski.

O orgasmo mais caro do Paraná

Este glorioso blog não é lá dado aos babados da high society, mas este é de lascar.
A apresentadora de TV e repórter do programa do colunista Amaury Junior, a paranaense Val Marchiori, não se cansa de aparecer na mídia dando os barracos mais medonhos.
Agora entope as páginas do Portal IG com o seu romance com o empresário Evaldo Ulinski, um dos donos da Big Frango, de Arapongas. Toda a semana, uma nova baixaria.
Ulinski, que admite ter tido um caso com Val Marchiori, é pai dos dois filhos da apresentadora.
O AMOR NÃO É LINDO, GENTE? Aguardamos ansiosamente pelas cenas dos próximos capítulos.

Hello e apenas uma vida de fachada

Se hoje hoje Val Marchiori é loira, cheia de diamantes, bolsas de marca e taças de champagne, no passado não era bem assim que a banda tocava...

A foto acima mostra Val, ainda como Valdirene, na capa da extinta revista Nova Fase em 1990.

Na chamada para o ensaio sensual com Val, a revista colocou “Apucarana exporta beleza”, citando a cidade de origem da socialite.
Val finalizou nesta semana o reality show Mulheres Ricas (Band). Na atração, ela esbanjou uma vida que, segundo o pai de seus filhos, o empresário Evaldo Ulinski, dono da rede Big Frango, ela não tem de verdade.
A socialite ganhou dinheiro e fama quando engravidou de Evaldo. Segundo ele, tudo que eles tiveram foi meramente “sexual” e ele nunca foi casado de fato com Val. A atual loira segue enfrentando uma batalha judicial contra Evaldo.
http://www.estrelando.com.br/realities/nota/Val_Marchiori_esta_devendo_13_mil_reais_de_taxa_de_condominio,_diz_jornal-114824.html

Val Marchiori está devendo 13 mil reais de taxa de condomínio, diz jornal

A socialite paulista estaria em débito com o prédio onde mora há seis meses, saiba mais detalhes!


Da RedaçãoVal Marchiori, uma das participantes mais polêmicas de Mulheres Ricas, angariou muitas inimizades no reality e, agora, está criando fora dele!
A socialite estaria devendo 13 mil reais ao prédio onde mora em São Paulo, referente a uma taxa de um terreno que ela comprou ao lado de seu condomínio, de acordo com o jornal O Estado de S. Paulo.
Para quem não sabe, a milionária mora em um dos apartamentos mais luxuosos da cidade, na região dos Jardins. Em seu Twitter, no entanto, ela negou a notícia.

.

Saiba o que você precisa para ser Val Marchiori

Mulheres Ricas chegou ao fim  na  segunda-feira, dia 5 de março , e o ESTRELANDO Realities mostra tudo o que você precisa para ser como a socialite paulista!(Só que por pena seja tudo de uma vida de dividas e de fachadas .
De marido rico ele mesmo falou que foi mais um na lista de amante da Hello ???

Um jatinho para chamar de seu

Ter seu próprio jatinho para fazer umas comprinhas em Paris em um vôo sem escalas é a cara de Val Marchiori, porque, hello!, tempo é dinheiro! Outro artigo de luxo indispensável para a milionária é um iate. Se você não tem um, providencie um com seu marido urgentemente!

Exclusivo! Val Marchiori perde
domínio de seus bens na Justiça

Evaldo Ulinski fala sobre processo e diz que filhos eram amamentados com refrigerante
Jorge Bentes e Elba Kriss, do R7



    Val Marchiori
    Eduardo Enomoto/R7
    Val Marchiori perdeu total controle financeiro de empresa aberta em nome de seus filhos

    A socialite vive uma batalha judicial com o empresário, dono da rede Big Frango e pai de seus filhos gêmeos, de 6 anos. Val diz ter sido casada por oito anos com o empresário, mas ele nega qualquer envolvimento mais profundo que o de encontros sexuais esporádicos
    Depois de estrelar o reality Mulheres Ricas (Band), Val Marchiori deve se dedicar totalmente ao processo de separação de seu ex-marido, o empresário Evaldo Ulinski.

    Na semana passada, a mais polêmica das integrantes foi obrigada a descer do salto por conta de um processo movido pelo dono da rede Big Frango. Na justiça, o empresário pediu a alienação dos bens de Valdirene Aparecida de Marchiori, mais conhecida pelo público por Val Marchiori.

    Segundo Ulinski, Val usufruía de forma errônea da Torke Empreendimentos e Participações, empresa aberta pelo empresário em nome dos filhos Victor e Eike, fruto do relacionamento de Val e Ulinski.

    Na justiça, o pai dos gêmeos pediu que Valdirene não tivesse mais total controle sobre a Torke, pois a vida empresarial da socialite era repleta de dívidas, o que afetava os filhos Victor e Eike.

    Na decisão judicial, Val perde o controle financeiro da empresa e o juiz ordena que ela devolva os bens para Eike e Victor.

    De acordo com a assessoria do dono da Big Frango, os bens que foram alienados são o apartamento em São Paulo e todos os carros, que estavam em nome da Torke Empreendimentos. A famosa casa em Angra dos Reis, Rio de Janeiro, o avião e o helicóptero vistos no reality show da Band eram todos alugados também usando o nome da empresa dos filhos.

    Em entrevista ao R7, o Sr. Evaldo fala sobre sua relação com Val Marchiori e inclusive cita possíveis maus-tratos em relação aos gêmeos. Segundo ele, na fase de amamentação, os gêmeos eram alimentados com refrigerante.

    Jorge Bentes: Como conheceu Val?
    Evaldo Ulinksi:
    A conheci por intermédio de um de seus amantes, Sr. P.M., proprietário de um abatedouro de frangos.

    Ela foi sua esposa ou amante?
    Ulinski:
    Não foi esposa e não foi amante, em verdade tivemos uma aventura sexual que culminou com a gravidez dela e, consequentemente, uma vez verificado por exame de DNA a paternidade, assumi minhas responsabilidades de pai.

    Quanto tempo ficaram juntos?
    Ulinski:
    Nunca fiquei junto a ela, nunca fui casado com ela, nunca tive a intenção de ficar com ela, de constituir família. Sou apenas pai dos filhos dela e, que fique bem claro, sou casado há mais de 41 anos com a Sra. Nylcéia Ulinski, vivendo e convivendo somente com ela.

    Ela já era rica quando o senhor conheceu ela?
    Ulinski:
    Não sei da vida financeira dela, sei apenas que possuía uma série de amantes quando a conheci, sei que os manteve e acrescentou mais alguns à lista.

    Sobre seus filhos, como é o tipo de tratamento que ela dá a eles?
    Ulinski:
    O tratamento é péssimo. Ela nunca os amamentou, vivem na mão de babá, chegou ao absurdo de dar Coca-cola para eles em substituição do leite na mamadeira para que não engordassem e ao cúmulo do absurdo quando os deixou de acompanha-los em consulta médica de urgência, simplesmente porque tinha de ir à academia. Saber disso, me parte o coração, meus filhos não merecem esse tratamento, têm um pai e uma família que os ama e os quer, para bem cuidar e educar.
    Acusações
    Diante do tumultuado processo de separação, Val Marchiori fez inúmeras acusações ao empresário do Paraná.

    Ao R7, a assessoria jurídica do Sr. Evaldo enviou o posicionamento do dono da Big Frango sobre os principais assuntos comentados na mídia.

    Sobre acusação de ameaça de morte contra Val:

    “Não há sentido em tal afirmação pois, como é público e notório, Evaldo Ulinski sempre foi um cidadão que pautou sua conduta pacificamente, dentro dos ditames da lei, sendo uma pessoa respeitada por seus pares, em todo o País, inclusive tendo sido agraciado com o títulos de Cidadão Honorário do Paraná, honraria concedida pela Assembléia Legislativa do Estado do Paraná, por unanimidade, justamente por seu histórico como empresário reto que sempre busco agir na mais absoluta legalidade, jamais tendo ameaçado quem quer que seja, ou mesmo atuado em desacordo com a legislação do País.”

    Providências do Sr. Ulinski:

    “Justamente por entender que o Poder Judiciário é a sede correta para fazer valer seus direitos, os procedimentos legais já estão sendo encaminhados e serão protocolados nos foros competentes, onde um juiz de direito decidirá em procedimentos persecutórios penais, propostos por Evaldo Ulinski em face de Valdirene Marchiori, pelos absurdos que estão sendo veiculados, sem um mínimo de elementos que corroborem tais absurdos.”

    Sobre a existência de medidas cautelares previstas na Lei Maria da Penha para Valdirene:

    “Até o presente momento desconhecemos quais medidas protetivas que, se de fato existem, serão contraditadas, pois sua origem somente poderia ser intentada, unilateralmente, ou seja, por factóides levados as autoridades. Sendo assim, também em eventual existência de tal procedimento, os documentos inerentes a prova cabal de sustentação probatória para a existência de medida judicial, serão devidamente anexados para a decisão das autoridades competentes.”

    O lado de Val Marchiori
    O R7 entrou em contato com Val Marchiori, que disse não se importar com a decisão judicial.

    - Fale com os meus advogados sobre essa coisa que ele (Sr. Ulinski) fez no Paraná. O Paraná nem tem poder para decidir sobre uma empresa de São Paulo.

    Ao ser questionada sobre o bloqueio de seus bens, a socialite foi direta.

    - Ele não conseguiu! Pago advogado para isso. Para mim, nem tem importância se ele conseguiu ou se não conseguiu. O Dr. Dilermando (advogado) também tem documento bloqueando a venda da empresa dele (a Big Frango).
    http://entretenimento.r7.com/famosos-e-tv/noticias/exclusivo-val-marchiori-perde-dominio-de-seus-bens-na-justica-20120308.html?question=0